Início TECH A Lua está deixando os dias mais longos; entenda

A Lua está deixando os dias mais longos; entenda

19
Objetos gravitacionais como a Lua e a Terra exercem influência uns sobre os outros. Na prática, quanto mais a Lua se afasta, mais devagar a Terra gira

Quando temos muitas tarefas para realizar, às vezes desejamos que o dia fosse mais longo. E isso realmente está acontecendo, só que os efeitos serão sentidos apenas daqui a milhões de anos.

Um estudo realizado por cientistas da Universidade de Wisconsin-Madison conclui que os dias na Terra estão ficando um centésimo de milésimo de segundo (1/75000) mais longos a cada ano. Os impactos dessa mudança, no entanto, não serão percebidos tão cedo.

De acordo com a descoberta, há cerca de 1,4 bilhões de anos – época quatro vezes mais antiga que a dos dinossauros, quando não havia seres vivos com mais de uma célula no planeta – um dia tinha apenas 18 horas.

A distância entre a Lua e a Terra é apontada como a uma das responsáveis pela mudança.

Como explica a Revista Superinteressante, a Lua está se afastando da Terra. A cada centímetro mais longe, mais uma casa decimal de tempo aumenta nos nossos dias. O que acontece é que objetos gravitacionais como a Lua e a Terra exercem influência gravitacional uns sobre os outros.

“À medida que a Lua se afasta, a Terra é como uma patinadora, que desacelera de um giro quando estica os braços”, explica Stephen Meyers, professor de geociência da Universidade de Wisconsin-Madison e um dos autores do estudo.

Há mais de um bilhão de anos, a Lua estava a cerca de 40.000 quilômetros mais próxima, o que fazia a Terra girar mais rápido e os dias serem mais curtos.

Mas, onde isso vai parar? Segundo cientistas, a Lua não deve “sumir do mapa”. Quando ela chegar a uma distância ideal do nosso planeta, ela não vai mais se afastar.

Notícias ao Minuto

Comentários

comentários

Carregar mais em TECH

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

Uso de imunoterapia contra câncer avança, apesar de custos e limitações

Um das ressalvas é que o método ainda se mostra eficaz só para cerca de 20% dos pacientes …