Início Economia Decoração Natalina: ilumine o Natal de sua casa com economia e segurança

Decoração Natalina: ilumine o Natal de sua casa com economia e segurança

13

As casas já começam a receber enfeites especiais, mas é preciso tomar cuidado para evitar que a iluminação e os enfeites natalinos provoquem acidentes, como choques elétricos, curtos-circuitos e incêndios, e também com o desperdício de energia elétrica. “Nesta época do ano, o consumo de energia elétrica aumenta consideravelmente com o uso de ar condicionado, ventilador, etc. A instalação do pisca-pisca também deve ser levada em conta, na hora de verificar o consumo de energia elétrica no mês”, alerta Vinicius Alferes de Oliveira Motta, engenheiro de segurança da Energisa Sul-Sudeste.

Vinicius orienta que é possível iluminar as casas com as ‘luzes do Natal’ de forma consciente. “Em casa, desligue os aparelhos de televisão e outros equipamentos eletroeletrônicos que ficam no stand-by da tomada. Desta forma, não estarão consumindo eletricidade e você pode manter as luzes acesas, sem prejuízo para o bolso e para o meio ambiente”, afirma.

Agora, não é só com o aumento da conta que o consumidor deve se preocupar, é preciso ficar alerta à segurança nas instalações dos luminosos. Os cuidados devem começar na compra do produto, escolhendo cordões de luz, mangueiras, pisca-piscas com boa procedência e certificados pelo Inmetro. “Peça para testar o produto, sempre. Se for reutilizar produto adquirido em anos anteriores, verifique emendas, fios soltos ou desencapados. Faça a troca de lâmpadas com o equipamento desligado”, reforça o engenheiro.

Na hora da instalação, verifique os pontos internos da casa e a tomada onde o kit natalino ficará instalado deve ficar longe do alcance das crianças. Evite o uso de “T”, pois pode sobrecarregar a instalação e provocar curtos-circuitos. Não instale lâmpadas decorativas próximas a ornamentos delicados, como cortinas, por exemplo, pois há risco de incêndios. Nas fachadas das casas, não instale os kits decorativos próximos aos postes ou fios da rede elétrica, pois o risco de acidente é ainda maior. “E sempre que possível utilize a mão de obra de um profissional qualificado; e a ligação do equipamento na tomada só deve ser feita após a conclusão da montagem”, conclui Alferes.

Comentários

comentários

Carregar mais em Economia

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

A suposta imagem que circula sobre o ataque de piranhas em Epitácio é de 2016

Para esclarecimentos sobre o possível ataque de piranhas no parque o Figueiral, uma imagem…