Início Brasil Marco Aurélio confessa inimizade com Gilmar: “Escolheria uma arma de fogo”

Marco Aurélio confessa inimizade com Gilmar: “Escolheria uma arma de fogo”

20
O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), admitiu ter uma “inimizade capital” com o seu colega Gilmar Mendes. Em entrevista à rádio Guaíba, de Porto Alegre, Marco Aurélio disse que, se estivessem no século 18, os dois partiriam para um duelo de vida ou morte. “Em relação a mim ele passou de todos os limites inimagináveis. Caso estivéssemos no século 18, o embate acabaria em duelo e eu escolheria uma arma de fogo, não uma arma branca”, afirmou.
Ainda na entrevista, o ministro preferiu não comentar a declaração de Gilmar sobre o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a quem chamou de “delinquente”. “Eu não me pronuncio, não sou censor do ministro Gilmar Mendes”, declarou, esquivando-se.
Congresso em Foco

Comentários

comentários

Carregar mais em Brasil

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

Fábio de Melo fala sobre haters: ‘Ódio mata quem o leva no coração’

Padre escreveu sobre internautas que se escondem por trás de perfis falsos para agredir ou…