Início Região Vítima tem parte da orelha e do lábio arrancados durante ataque de cão da raça Bull Terrier, em Presidente Prudente

Vítima tem parte da orelha e do lábio arrancados durante ataque de cão da raça Bull Terrier, em Presidente Prudente

225
Animal saiu do quintal de uma residência no momento em que sua proprietária abriu o portão. Caso ocorreu no Jardim Nova Planaltina, em Presidente Prudente.

U ma pessoa de 33 anos, que não teve o sexo divulgado, foi vítima de ataque de um cão da raça Bull Terrier na noite desta sexta-feira (20), no Jardim Nova Planaltina, em Presidente Prudente. A vítima teve parte do lábio inferior e parte da orelha direita arrancados pelo animal, conforme consta no Boletim de Ocorrência.

Uma equipe da Polícia Militar compareceu ao local e foi informada pela proprietária do cão que a mesma abriu o portão de sua casa para conversar com sua irmã, momento em que seu cachorro, da raça bull terrier com cerca de quatro anos e meio de idade, aproveitou que a grade interna da residência estava aberta, passou pelo portão entreaberto e correu por duas quadras até encontrar com a vítima.

Segundo o registro policial, a vítima abria o portão para entrar em sua casa e não fez nenhum tipo de gesto ou provocação que pudesse provocar o ataque do cão. O animal arrancou parte do lábio inferior e parte da orelha direita da vítima, a qual foi socorrida por uma unidade do Resgate do Corpo de Bombeiros até o Hospital Regional (HR).

Ela permaneceu em observação na unidade de saúde, mas sem risco de morte, de acordo com o boletim.

A proprietária do cachorro ainda esclareceu à polícia que sua casa possui muro alto e portão fechado. Segundo ela, ainda tem uma grade interna para impedir a aproximação do bull terrier do portão, porém, um de seus demais cães consegue abrir o portal da referida grade.

A dona acredita que tal cachorro deve ter aberto o portão e o bull terrier aproveitou a situação e conseguiu sair do quintal.

O caso foi registrado na Delegacia Participativa da Polícia Civil como lesão corporal culposa e omissão cautela na guarda/condução de animais.

Do G1

Comentários

comentários

Carregar mais em Região

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

Lideranças dos caminhoneiros dizem que país vai virar um caos nesta sexta-feira (25)

Paralisação segue por tempo indeterminado em todo o Brasil O presidente da Associação Bras…