Precisa de uma força? Separamos algumas formas de se sentir mais preparado ao encarar uma nova experiência

Tentar novas tarefas ou hobbies é empolgante, mas nem sempre é fácil: experimentos por vezes são desconfortáveis e nós levamos pelo menos um mês para estabelecer um hábito.

A persistência é importante, mas há outras lições importantes na hora de dar uma chance para novas experiências. Confira:

1 – É normal não adorar algo de cara

Começos não são tão fáceis quanto gostaríamos e segundo o pesquisador Keith Rollag, autor de What to Do When You’re New: How to be Comfortable, Confident, and Successful in New Situations, esses receios vêm das nossas origens. “Sua performance podia ter um grande impacto no seu status e na sua habilidade de conseguir os recursos necessários”, afirmou em entrevista ao The Cut.

Além disso, conhecer novas pessoas e grupos ao tentar novas experiências pode despertar uma ansiedade sobre ser a pessoa nova. E tudo bem. Quando se sentir assim, lembre-se de que todo mundo passar por isso em algum momento e que não é um problema individual, e sim de toda a espécie.

2 – Ninguém está prestando atenção em você

Existe um termo chamado “efeito holofote”, que define a tendência que temos de sentirmos que estamos sendo julgados pelos outros. Mas reflita: na prática, o quanto você faz isso com as outras pessoas? Elas estão bem menos preocupadas com sua performance do que você.

3 – Comece com a mentalidade certa

Muitas vezes, quando começamos uma atividade, vamos com a intenção de sermos os melhores nela. Isso pode ser frustrante. “Isso tem a ver com a vontade de ir bem, impressionar os outros e descobrir ter um talento natural em algo”, explicou Rollag. Mas errar e ter a humildade de admitir isso e se propor a aprender faz parte do processo. Dê tempo a si mesmo e se permita errar e apreciar cada etapa.

4 – Prepare-se antes de começar

Se você está se sentindo intimidado pela tarefa em questão, pode se preparar com antecedência. Segundo Rollag, ensaiar faz com que tenhamos a sensação de que completamos 50% da atividade. “O quanto mais você conseguir reduzir a sensação de ansiedade, mais chances você vai ter de se sentir bem durante a experiência”, disse o especialista.

Fonte: Revista Galileu

 

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Estilo de Vida
.