Bebê recém-nascida é abandonada em pasto em Emilianópolis – SP

Menina, com 2,6 quilos, ainda estava com o cordão umbilical junto ao corpo quando foi encontrada na manhã desta sexta-feira (8).

Uma bebê recém-nascida foi encontrada na manhã desta sexta-feira (8) abandonada em uma área de pastagem, no Jardim das Flores, em Emilianópolis (SP)

A criança, do sexo feminino, ainda tinha o cordão umbilical junto ao corpo.

A Polícia Civil investiga o caso e realiza buscas pela mãe da bebê.

A criança foi recolhida e encaminhada a atendimento médico no Hospital Regional (HR), em Presidente Prudente (SP).

Bebê foi abandonada em área de pastagem em Emilianópolis (SP) — Foto: Túlio Manfrim Redivo

Bebê foi abandonada em área de pastagem em Emilianópolis (SP) — Foto: Túlio Manfrim Redivo

Em meio ao pasto, a bebê estava envolta em um pano que tinha marcas de sangue, o que dá indícios de que havia nascido nas últimas horas.

A recém-nascida foi encontrada por um morador próximo ao pasto que ouviu o choro bem baixinho da criança e ao verificar do que se tratava constatou que era a recém-nascida no chão.

A bebê foi levada ao posto de saúde de Emilianópolis, onde a equipe que trabalha no local deu-lhe banho e amamentação, antes de encaminhá-la ao HR, em Presidente Prudente.

Segundo o secretário municipal de Saúde de Emilianópolis, Elton Munhoz, que é enfermeiro, a criança pesou 2,6 quilos e aparentava estar saudável.

Túlio Manfrim Redivo, que foi quem encontrou o bebê, disse ao g1 que, quando se deparou com a criança, não acreditava no que estava vendo.

“Um rapaz que mora no fundo da área de pastagem em que o bebê estava escutou um choro e veio até mim, no meu lava-jato. Fomos até lá e encontramos a criança, não acreditamos que aquilo era possível”, falou.

Bebê foi abandonada em área de pastagem em Emilianópolis (SP) — Foto: Túlio Manfrim Redivo

Bebê foi abandonada em área de pastagem em Emilianópolis (SP) — Foto: Túlio Manfrim Redivo

Redivo também contou que, logo em seguida, chamou a Polícia Militar e acionou o Posto de Saúde.

“Eu liguei para um policial militar que eu sabia que estava de serviço, pois fiquei com medo de ligar no 190 e demorar. Depois, liguei no posto e avisei que o bebê iria para lá”, disse ao g1.

As condições do local onde estava a recém-nascida, de acordo com Redivo, aparentavam que o parto tinha acontecido ali mesmo e que não havia se passado muito tempo.

“Tinha uma toalha branca e o cordão umbilical ainda estava sujo, então, parecia que o parto tinha acabado de acontecer”, completou ele ao g1.

A Polícia Científica foi acionada para periciar o local onde a criança foi abandonada.

A Polícia Civil já começou a recolher informações e a ouvir os depoimentos de pessoas que possam ajudar a esclarecer o caso e a localizar a mãe da criança.

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais em Cidade e Região
.