Com o intuito de criar um espaço cultural, que propicie visitas de moradores da cidade e turistas, a Estação Ferroviária de Presidente Epitácio passará por um processo de revitalização e reforma. A obra se dará em duas fases, sendo que a primeira, voltada à área externa, foi estimada em R$ 40 mil e tem previsão de término para o fim deste mês. Para tanto, a administração pública firmou uma parceria com o Comtur (Conselho Municipal de Turismo), desde o começo deste ano, para arrecadar doações e recursos junto à comunidade, com mão de obra fornecida pela municipalidade.

Atualmente, o local se encontra em “estado de abandono”, servindo de ponto para encontro de moradores de rua, consumo de drogas, acúmulo de lixo e detritos. Assim, a primeira fase do projeto será iniciada ainda nesta semana, com a limpeza interna e externa no local. Após isso, o espaço será lacrado e terá os vidros trocados, para evitar o uso indevido.

A utilização do espaço ainda está sendo discutida, mas a ideia inicial, segundo a prefeita Cassia Regina Zaffani Furlan (PRB), é criar uma extensão do “Natal Iluminado”, que já é uma tradição na cidade. “Este ano, a ideia é iluminar toda a parte pública do município, em parceria com a Acipe [Associação Comercial e Industrial de Presidente Epitácio], incluindo a estação, desativada há mais de 20 anos. Agora é algo pequeno, depois será um ponto turístico, importante para a preservação da história da cidade”, pontua.

De acordo com o Comtur, a ação foi necessária, pois a Prefeitura dependia da ALL (América Latina Logística), antiga proprietária do local, para liberação de documentação para utilização do espaço. Com isso, a administração possui apenas o Termo de Guarda Provisória, fornecido pelo Denit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), que não oferece condições jurídicas necessárias para pleitear verbas estaduais ou federais, podendo apenas utilizar verbas municipais e/ou doações. No entanto, a municipalidade está aguardando a cessão de uso do local, que já foi solicitada ao órgão responsável.

 

“Agora é algo pequeno, depois será um ponto turístico, importante para a preservação da história da cidade”

Cassia Regina Zaffani Furlan (PRB),

Prefeita de Epitácio

 

Projeto completo

As doações recebidas abrangem materiais de construção ou dinheiro, advindos de pessoas físicas e jurídicas da cidade. Até o momento, 80% do necessário para esta primeira fase já foram conquistados, segundo o presidente do Comtur, Krisley Gomes Simões. O passo seguinte será levantar outros recursos para deixar a estação inteiramente renovada e revitalizada. Uma obra estimada em mais de R$ 300 mil.

“O projeto completo contempla a revitalização de seis quarteirões, com possibilidade de criação de espaço para um vagão-café ou vagão-bar, Secretaria de Turismo e Cultura, museu da ferrovia, posto de informação ao turista, centro cultural, estacionamentos, ciclovia, feira de artesanato, entre outros”, declara o presidente do Comtur.

 

SERVIÇO

Os interessados em colaborar com a obra de revitalização pode entrar em contato pelo (18) 3251-1520/ 3251-1557, em nome de Antonio Carlos Ferraz, assessor de imprensa do Comtur, o qual informa que em breve será aberta conta em nome no conselho.

O Imparcial

Comentários

comentários

Carregar mais em Cidade

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

Abalado, Zé Gotinha de Maracaju não aguenta mais piadas da internet

Jovem que usou fantasia não quer mais falar sobre o assunto A pelidos não faltaram na inte…