Início Mundo Estado Islâmico reivindica atentado contra escola de Cabul

Estado Islâmico reivindica atentado contra escola de Cabul

19
Talibã já havia negado qualquer envolvimento no atentado

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta quinta-feira (16) o atentado suicida contra uma escola de Cabul, no Afeganistão, que deixou pelos menos 48 estudantes mortos e outros 68 feridos.

A organização afirmou que o autor do ataque foi o “irmão em procura de martírio Abdul Raouf al-Khorasani”. Segundo o EI, mais de 200 estudantes foram mortos ou ficaram feridos durante o episódio.    A maioria das vítimas tinha 18 anos e estava se preparando para o vestibular, já que a escola funcionava como treinamento para exames admissionais em universidades.

Já nesta quinta-feira (16), outro atentado foi cometido em Cabul, no centro de treinamento militar da inteligência afegã.

Um grupo de homens armados teria atacado o local, mas, até o momento, não se tem mais informações ou notícias de vítimas.

Além disso, na província afegã de Kandahar, quatro policiais morreram e outros quatro estão gravemente feridos após a explosão de uma autobomba que tentavam desativar. A porta-voz da polícia provincial, Zia Durrani, afirmou que esse atentado ainda não foi reivindicado.

Anistia Internacional: A orgazanição humanitária Anistia Internacional afirmou em nota que o ataque à escola constitui um “crime de guerra”.

“Mirar deliberadamente civis e lugares propostos para a educação é um crime de guerra”, escreveu Samira Hamidi, representante da organização no sul da Ásia.

“A tragédia se agravou já que o ataque parece ter sido motivado pelo ódio sectário, atingindo membros da minoria religiosa xiita”.

A Anistia lembrou também que o Afeganistão atingiu níveis recordes de violência neste ano, com 1.692 mortos nos primeiros seis meses de 2018. (ANSA)

Comentários

comentários

Carregar mais em Mundo

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

Ministério pede imunização contra febre amarela antes do verão

Alerta vale para áreas de risco, incluindo estados do RJ, MG e SP D iante da proximidade d…