Em tempos de restrição à circulação de pessoas, devido à pandemia de COVID-19, está havendo considerável aumento de acessos à internet. Com isso, criminosos estão disseminando mais programas maliciosos aos usuários de celulares e de computadores pessoais.

Eles tentam infectar milhares de dispositivos, enganando o usuário, para que clique e instale um programa falso. Exemplo mais comum é oferecer em aplicativo que teria um mapa em tempo real da proliferação do COVID-19, que, na verdade, é um meio que o criminoso utiliza para extrair dados, senhas, ocultar arquivos do usuário, e exigir resgate, entre outros malefícios que podem causar.

A tendência é desse tipo de golpes e alastrar, ainda mais, nos próximos meses; portanto, veja algumas medidas simples para se proteger contra isso:

1- Instale programas ou aplicativos, apenas, de fonte confiável e oficial;

2- Desconfie se a instalação pedir acesso à câmera, arquivos, e microfone, a não ser que isso seja muito específico do tipo de aplicação a ser instalada;

3- Faça uma verificação prévia do arquivo de instalação com um antivírus;

4- Não clique em link (endereço de acesso via internet) recebido via WhatsApp, e-mail, ou SMS, pois ele pode conter programa malicioso;

5-Atualize seu sistema operacional, seja Windows, Android, ou outro, com a versão mais recente; e

6- Utilize um antivírus online, como o VirusTotal (virustotal.com), caso já não possua um no seu computador.

 

 

Fonte: http://dsic.planalto.gov.br/

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Tecnologia
.