Ao ler o texto, você vai perceber a importância de realizar a vistoria no seu veículo”

Ao possuir um veículo o seu papel como cidadão e proprietário é cumprir algumas normas, porém algumas exigências podem acabar se tornando confusas para pessoas com inexperiência, em situações como essa é necessário reunir o máximo de informações possíveis e atentar-se aos detalhes que facilitarão a compreensão do regimento. No geral tudo é uma questão de se acostumar e se adequar a algumas normas. O DETRAN exige que qualquer veículo passe por uma vistoria anualmente para que assim o dono possa receber o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRVL), um documento cujo o porte é obrigatório, essa vistoria avalia itens do sistema de sinalização, iluminação, elétrico, rodas e equipamentos obrigatórios como cinto de segurança e limpador de para-brisa.

Tipos de vistoria

É necessário saber que existem diferentes tipos de vistoria inclusive para seu Ônix usado, cada avaliação possui o seu procedimento de análise diferente, como por exemplo a vistoria veicular é exigida pela legislação de trânsito brasileira é definida para casos específicos, com o objetivo de evitar automóveis fora dos padrões estabelecidos pelos fabricantes, ou em até mesmo que condições inadequadas de uso sejam aprovadas essa vistoria é normatiza pelo Contran e esse termo é utilizado para identificar uma avaliação onde o que se prioriza são as condições de manutenção e conservação do veículo. Para sanar de vez todas as dúvidas sobre os mais variados tipos de procedimentos separamos o que se é avaliado em cada um deles e suas principais diferenças para que desta forma ocorra a familiarização com os termos.

Vistoria Veicular x Inspeção Veicular

Apesar dos nomes serem parecidos o que causa muita confusão e dúvidas frequentes, o processo de análise de cada uma é diferente. Na vistoria de um o veículo é analisado visualmente, não existe a necessidade de ocorrer testes envolvendo tecnologias, sendo obrigatória quando ocorre a transferência do veículo ou para a sua regularização. Já na inspeção o processo necessita de um técnico com registro profissional do CREA- Conselho Regional de Engenharia- onde a avaliação será realizada com o uso de máquinas desenvolvidas especificamente para o teste, sendo necessária quando o proprietário do automóvel faz alguma alteração no motor, adicionar GNV- Gás Natural Veicular, entre outras.

Vistoria para transferência de veículo

Realizada com o intuito de verificar as condições gerais do veículo, normalmente confere se houve alguma alteração no número do chassi. Para realizá-la é preciso levar o veículo no pátio do DETRAN ou em algumas das empresas que possui credencial. Esta vistoria deve ser realizada nos seguintes casos: Transferência de cidade, Carro procedente de busca e apreensão, Alteração nas características de fábrica do veículo e Financiamento de carro.

Laudo veicular

Utilizada para atestar as condições gerais do veículo e atesta se houve qualquer alteração no número do chassi e do motor, neste caso sendo somente realizada pelo DETRAN. Deve ser realizada quando ocorre a solicitação de segunda via do CRLV e CRV

Vistoria em Trânsito

O procedimento vai analisar as condições gerais do veículo e a verificação de sua existência. Deve ser realizada nos seguintes casos: Para a documentação de trânsito quando o veículo precisa de uma vistoria e está fora de sua região. Caso precise realizá-la é necessário procurar o GARE- Guia de Arrecadação Estadual e levar seu veículo no pátio do DETRAN.

É importante ressaltar que a vistoria é uma forma de auxiliar na manutenção e conservação do veículo proporcionando a segurança de condutores e passageiros, você deve ficar atento as condições necessárias para a realização dos procedimentos, não os encare com uma coisa obrigatória mais como seu dever enquanto cidadão desta forma fazemos um trânsito melhor para todos. Após esta vistoria consulte a Tabela Fipe e fique por dentro do valor real de seu automóvel.

Com o que se preocupar na vistoria?

Vistoria Carro

Caso você adquira um Duster em Curitiba saiba que todo carro deve passar pela vistoria anual do DETRAN que verifica o sistema e outros equipamentos, para evitar dor de cabeça nas próximas vistorias elaboramos uma lista baseada na lista de avaliação do DETRAN desta forma você estará preparado para receber o CRVL e não terá mais que esquentar a cabeça quando falarem em vistoria.

Documentos

O primeiro passo é verificar qual a situação de alguns documentos do veículo. O IPVA está quitado? Você possui multas? Se sim quantas estão em aberto? Se tiver algum débito você não tem o direito de marcar a vistoria pelo DETRAN por isso regularize a situação dos documentos antes de tomar qualquer outra medida.

Elétrica

Feito o primeiro passo e a sua documentação regularizada agora é a hora de se preocupar com a parte elétrica do veículo, existem cerca de 1 Km de fios dentro dele esses fios compõe o sistema elétrico que é dividido em dois circuitos de luz, arranquem carga da bateria, ignição e acessórios. O sistema elétrico além de ser responsável pela energia ele também atua produzindo a faísca que dá início queima de combustível dentro de cada cilindro. Para que todo esse sistema não fique corrompido o DETRAN analisa o estado e a fixação da bateria e de seus cabos.

Iluminação

A iluminação é muito importante pois ela permite que os pedestres e motoristas percebam a presença dos outros veículos e as intenções de deslocamento. Pensando nessa importância o DETRAN inspecionará apenas se o seu farol está ligando e desligando de forma correta. Ele vai verificar a posição de regulagem do farol, além da cor e a comutação de luz. Vale lembrar que as cores permitidas são brancas e amarelas para os faróis dianteiros.

Rodas/Pneus

Além de analisar a parte elétrica a iluminação o DETRAN também se preocupa com a fixação e a conservação das rodas, calotas e parafusos. Se tratando dos pneus o procedimento é verificar se estão carecas, se possuem bolhas ou profundidades e além destes fatores também e verificado se no mesmo eixo foram colocados pneus do mesmo tipo. Também é preciso dar atenção ao estepe e as ferramentas que auxiliam a trocar os pneus se todos esses equipamentos estão em perfeito estado.

Cinto de segurança

O Uso do cinto pode salvar vidas e com certeza o DETRAN não iria deixá-lo de lado, será verificado se existe cinto em cada assento do veículo, e a situação em que se encontra o fecho. O DETRAN visa avaliar se seu veículo está apto para circular toda essa medida visa aumentar a segurança no trânsito e a dos passageiros.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe para mais pessoas tirarem suas dúvidas sobre vistoria e desta forma tornamos o trânsito um lugar melhor

http://blog.tuningparts.com.br

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Estilo de Vida
.