Durante os dias em que esteve hospitalizada na Unidade de Terapia Intensiva em decorrência das complicações da Covid-19, a paciente Mariza Rolim, teve que lutar bravamente pela vida.
A paciente de 56 anos deu entrada na UTI da Santa Casa de Misericórdia de Presidente Epitácio no dia 13 de Março e permaneceu intubada por 18 dias.
A fisioterapeuta Leticia Neres explica que nesse caso, o trabalho que está sendo realizado no momento é voltado para a recuperação motora, uma vez que, devido há tantos dias hospitalizada e intubada, usando sedativos e bloqueador muscular, é notável a fraqueza muscular que a paciente possui, pois fora acometida com as condições mais grave da doença.
“Conseguimos promover a recuperação da capacidade pulmonar e respiratória, e agora um dos nossos principais esforços são para que ela consiga fortificar todos os movimentos”, relata a fisioterapeuta.
Com mais de 20 dias expirando cuidado de toda equipe de profissionais da UTI, Mariza Rolim aguarda ansiosa para o momento da alta hospitalar, para que recuperada, possa voltar ao seio da família.
Na foto, momento em que a paciente toma banho de sol, acompanhada da fisioterapeuta Tamires Barbosa.

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Cidade e Região
.