Início Destaque Poder Legislativo pressiona empresas de Bataguassu sobre contratações de trabalhadores de Epitácio

Poder Legislativo pressiona empresas de Bataguassu sobre contratações de trabalhadores de Epitácio

471
N esta semana, as empresas situadas em Bataguassu que empregam trabalhadores de outros municípios/estados, como é o caso da vizinha Presidente Epitácio, tornaram-se alvos do Poder Legislativo local.

Um documento oficial emitido pela Casa de Leis pretende trazer a publico o número real de vagas preenchidas por pessoas que residem nas cidades vizinhas a Bataguassu. Ao mesmo tempo em que cobra dos responsáveis pelas industrias Marfrig, Regina Festas e Refricon, um posicionamento satisfatório com uma resposta viável para o fato de ofertarem estas vagas fora do município onde estão situadas.

É fato que, apesar de ser um polo industrial da região, com empresas de grande porte nacional e multinacional, Bataguassu ainda tem uma população carente de empregos, principalmente entre os jovens e mulheres. O município tem lutado a anos para mudar essa realidade, com investimentos em infraestrutura local, criação do Instituto Mirim, que dá oportunidades para os jovens terem seu primeiro emprego e a oferta de incentivos fiscais para atrair novos empreendimentos.

 
Diante deste documento as empresas deverão explicar porque em vez de empregar pessoas de outras cidades não dão oportunidades para os trabalhadores de Bataguassu. O assunto é bem complexo, muitos falam em falta mão de obra qualificada, e ai vem o segunda pergunta; porque não qualificar os bataguassuenses?
 
Há uma estimativa sem dados oficiais, que cerca de 600 pessoas que moram em Presidente Epitácio (SP), trabalham hoje em empresas localizadas em Bataguassu. As industrias trazem essa mão de obra do município vizinho por meio de transporte privado, o que gera um grande custo para as empresas. 
 
Através destes questionamentos, o vereador de Bataguassu Dennis Thomazini (PTB), enviou um requerimento as três empresas que mais contratam trabalhadores de Presidente Epitácio – Marfrig, Regina e Refricon – solicitando que elas informem a Câmara Municipal, qual a quantidade de funcionários da empresa que não é morador da cidade de Bataguassu e utiliza o transporte coletivo para chegar até a sede da empresa?
 
No documento o vereador ainda questiona, o que seria necessária para que essas vagas fiquem à disposição dos moradores de Bataguassu e qual a dificuldade que a empresa tem para o preenchimento dessas vagas com os moradores locais.
Regina também registra alto número de funcionários de outros municípios 
Segundo o vereador,  as informações são de suma importância, para que o Poder Legislativo e Executivo municipal crie mecanismos, estímulos e benefícios para as vagas de empregos destinadas a outros municípios fiquem com os moradores de Bataguassu.
 
É de fato notório o esforço conjunto de todos os setores da sociedade para minimizar a infeliz consequência da falta de emprego que afeta toda a população e a sociedade direta e indiretamente. Tais esforços partem da premissa de que se deve atacar não apenas os efeitos do desemprego, mas principalmente as causas” enfatizou Thomazini no requerimento.
 
Ao apresentar o requerimento na última sessão da Câmara Municipal, segunda-feira (25), o vereador voltou a falar sobre o assunto “Queremos que essas pessoas venham morar aqui (Bataguassu), construa suas casas, comprem no nosso comércio, do contrário vamos trabalhar para que as vagas de empregos fiquem dentro da nossa cidade” explicou o vereador.
 
Em 2017, a empresa Marfrig deixou de contratar moradores de Presidente Venceslau (SP) e Anaurilândia, fazendo com que as pessoas se mudassem para Bataguassu. Na época, chegou a ser cogitado a demissão dos moradores de Presidente Epitácio, o que não se concretizou. 
 
A notícia preocupa a cidade vizinha que se ainda se recupera de uma grande crise gerada em 2016 pelo fechamento da unidade da JBS, no município que ocasionou a demissão de 800 funcionários. 
Redação Cenário MS

Comentários

comentários

Carregar mais em Destaque

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

O que é ANSIEDADE?

A resposta para esta pergunta é um pouco mais complexa, pois, trata-se de um sentimento va…