Início Destaque Polícia Civil localiza ossada humana em poço na zona rural de Euclides da Cunha Paulista

Polícia Civil localiza ossada humana em poço na zona rural de Euclides da Cunha Paulista

2,672
Há chances de que o material seja de um homem que foi morto pela companheira em 2015. Mulher está presa e inquérito deve apurar possível participação de mais pessoas.

A Polícia Civil localizou, nesta terça-feira (3), parte de uma ossada humana que estava dentro de um poço localizado na zona rural de Euclides da Cunha Paulista. A suspeita é de que o material biológico seja de um homem que foi morto pela companheira em 2015, na mesma cidade.

Serão realizados exames para a confirmação.

O delegado Ramon Euclides Guarnieri Pedrão lembrou ao G1 que o crime foi cometido em meados de junho de 2015, mas descoberto em agosto do mesmo ano. A suspeita é de que a vítima, que na época tinha 54 anos e era companheiro da autora, foi morta a pauladas.

Após o crime, a autora jogou o corpo em um poço, possivelmente com o apoio de outras pessoas.

Mesmo sem a localização de um corpo, haviam indícios de autoria e a então companheira da vítima foi detida e condenada pela Justiça por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Ela permanece presa.

Ossada estava dentro de um poço, na zona rural de Euclides da Cunha Paulista (Foto: Polícia Civil/Cedida)Ossada estava dentro de um poço, na zona rural de Euclides da Cunha Paulista (Foto: Polícia Civil/Cedida)

Ossada estava dentro de um poço, na zona rural de Euclides da Cunha Paulista (Foto: Polícia Civil/Cedida)

Na semana passada, de acordo com Pedrão, a autora participou de um Tribunal do Júri e novamente indicou onde o corpo estaria – ela já havia apontado outros locais, mas não houve êxito na localização.

Diante de informações e características indicadas pela mulher, a Polícia Civil localizou o poço em uma área rural da cidade e, com o apoio do Corpo de Bombeiros, realizou o trabalho de sucção, ocasião em que parte de uma ossada humana foi encontrada, segundo contou ao G1 o delegado. A ação também contou com o apoio de maquinários da Prefeitura de Rosana.

O material localizado, que devido ao tempo está bem decomposto, foi encaminhado para exame de DNA, que deve confirmar se de fato pertence ao homem morto em 2015.

A localização da ossada foi importante para tranquilizar a família, que até então não sabia o paradeiro da vítima, conforme colocou Pedrão ao G1.

Ossada estava dentro de um poço, na zona rural de Euclides da Cunha Paulista (Foto: Polícia Civil/Cedida)Ossada estava dentro de um poço, na zona rural de Euclides da Cunha Paulista (Foto: Polícia Civil/Cedida)

Ossada estava dentro de um poço, na zona rural de Euclides da Cunha Paulista (Foto: Polícia Civil/Cedida)

Inquérito

Ao G1, Pedrão afirmou que um inquérito policial será instaurado para investigar a possível participação de terceiros. A equipe acredita que a mulher necessitou de ajuda para levar o corpo até o local e jogá-lo no poço.

O intuito é que os demais envolvidos também respondam pelo crime de ocultação de cadáver.

Ossada estava dentro de um poço, na zona rural de Euclides da Cunha Paulista (Foto: Polícia Civil/Cedida)Ossada estava dentro de um poço, na zona rural de Euclides da Cunha Paulista (Foto: Polícia Civil/Cedida)

Ossada estava dentro de um poço, na zona rural de Euclides da Cunha Paulista (Foto: Polícia Civil/Cedida)

Do G1

Comentários

comentários

Carregar mais em Destaque

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

Maduro para Almagro: “Prepare o seu rifle que estamos te esperando”

As declarações do Secretário-Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA) foram rejei…