Início Brasil Policial e amigo são executados na fronteira após perseguição de pistoleiros

Policial e amigo são executados na fronteira após perseguição de pistoleiros

250
Crime aconteceu a 40 km de Ponta Porã em estrada vicinal

O policial Diego Maidana Villagra e seu colega, Maurício Jara, 24, foram mortos após serem perseguidos por pistoleiros e capotar a caminhonete em que estavam. O crime aconteceu na tarde de ontem (18) em uma estrada vicinal da Colônia Guavira, a 40 quilômetros de Ponta Porã.

Segundo informações do site Porã News, Diego era suboficial do Departamento Nacional Robert Acevedo. Ele e Maurício, que estava com documentos em nome de Elvio Ramon Lopez Paredes, seguiam pela estrada em uma caminhonete Toyota Hilux, quando perceberam que estavam sendo perseguidos.

Os pistoleiros estavam em outra caminhonete. O policial começou a fugir, mas perdeu o controle de direção e capotou o veículo. Os bandidos se aproximaram e executaram as vítimas com tiros de fuzil e pistola.

No local do crime, os investigadores da Divisão de Homicídios e da Polícia Técnica com apoio do promotor de justiça Gabriel Segovia, recolheram várias evidências que pode ajudar na identificação dos autores. A polícia trabalha com a hipótese de que as duas vítimas foram mortas em um ajuste de contas por conta do crime organizado que atua na região de fronteira.

O caso será investigadores da Direção de Investigações Criminais de Casos Puníveis da Polícia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero.

Por Correio do Estado

Comentários

comentários

Carregar mais em Brasil

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

Região de Presidente Prudente soma média de 20 ocorrências/mês de estupro de vulneráveis

Q ualquer ato libidinoso pode ser indiciado como caso de estupro. E, desde setembro 2016, …