Introdução

Muitas vezes no nosso dia a dia, observamos o nascer ou o pôr do Sol, e sempre ficamos deslumbrados com o seu belo e maravilhoso tom avermelhado. Mas a partir deste evento, nossa curiosidade sempre acaba sendo despertada. Algumas pessoas podem se perguntar: “Por que o Sol quando está no alto do céu, ele aparenta ser amarelo e quando ele começa a se pôr, ele assume uma forma avermelhada?”. Estas perguntas que as pessoas fazem a si mesmas, são muito frequentes e possuem uma explicação mais simples do que elas possam imaginar.

As causas

Quando nossa bela estrela está no ponto mais alto do céu, os seus raios de luz, entram verticalmente e fazem um trajeto mais curto em nossa atmosfera antes de chegar até os nossos olhos. A partir disto, o Sol assume a sua comum forma amarelada, pois durante a descida dos raios luminosos, os átomos do gás Nitrogênio situados nas camadas mais altas da atmosfera terrestre, dispersam a luz violeta, anil, verde e principalmente a luz azul do espectro visível do Sol (esta dispersão é conhecida como “dispersão de Rayleigh”, isto também explica o porque o céu é azul). As únicas cores que não são dispersadas são o amarelo, laranja e vermelho, mas como a cor amarela é a mais energética entre estas três citadas, ela é a que mais facilmente sensibiliza nossos olhos, fazendo com que perante nossa visão e percepção, o Sol aparente-se ser amarelo.

 

A partir do momento em que o Sol começa a se aproximar do horizonte, seja ele tanto leste como oeste, os raios de luz solar, tendem a percorrer um distância bem maior, desta vez, percorrendo horizontalmente toda a atmosfera para chegarem até nós.

Mas só que nessa passagem, o raios luminosos atravessam as mais baixas camadas da atmosfera terrestre, e neste local, há a existência de poluições tais como: partículas de fumaça (Monóxido de carbono [CO] e Dióxido de carbono [CO2]) e partículas de poeira.

Estes elementos além de dispersarem a luz violeta, anil, verde e azul, eles também conseguem dispersar a luz amarela e laranja do Sol, mas a única cor do espectro que estas partículas não conseguem dispersar, é justamente a luz vermelha. A luz de cor vermelha é a única que consegue atravessar a atmosfera terrestre sem ser difundida tanto pelo gás Nitrogênio quanto por partículas de poeira e poluição gasosa, isso acaba fazendo com que nosso astro rei, assuma uma bela e bonita forma avermelhada. Esta é causa do porque o Sol é vermelho no horizonte e amarelo próximo ao zênite.

Conclusão

Raios solares durante o por do sol
Raios solares na atmosfera da Terra durante o pôr do Sol.

No final de tudo, é a nossa própria atmosfera e os gases, partículas de poeira e poluições contidos nela, que são os responsáveis pela variação de cor da nossa estrela. De fato, se não houvesse atmosfera na Terra, o Sol teria sua cor original que não é a cor amarela, mas sim, na realidade sua cor Branca.

Publicado por Israel Mussi

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Tecnologia
.