Paciente esteve no mesmo congresso religioso que outras três mulheres que estão internadas com quadro de insuficiência respiratória grave

Sobe para quatro o número de casos prováveis da Covid-19, novo coronavírus, em Presidente Venceslau. O anúncio foi feito na manhã de hoje pelo prefeito Jorge Duran (PSD), que retificou algumas informações sobre os três possíveis casos anunciados na quinta-feira. Conforme o chefe do Executivo, as quatro pessoas estiveram em um congresso religioso – todas apresentam quadro de insuficiência respiratória grave e possuem sinais no pulmão que indicam a possível contaminação pelo vírus.

No entanto, afirma que ainda aguarda resultados dos exames encaminhados ao IAL (Instituto Adolf Lutz), em São Paulo. “O quadro sugere a nós uma infecção viral muito grave; ainda não se pode dizer que seja o coronavírus, porque o [resultado do] exame está demorando 15 dias”, considera Duran. O novo paciente deu entrada hoje na santa casa do município com o mesmo quadro de insuficiência respiratória – ele está sendo entubado e permanecerá na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital.

É lá que também estão outras três pacientes dos grupos de risco: 60, 61 e 62 anos. Como noticiado por este diário, o município tem tratado a situação como casos prováveis, uma vez que elas “apresentam fortes sintomas”, conforme o chefe do Executivo que informou que elas haviam participado de um evento religioso na capital paulista, “no qual um pastor norte-americano participou e foi posteriormente atestado com Covid-19”.

Porém, ele retificou a informação e disse que o congresso foi em uma igreja evangélica de Presidente Venceslau e que o pastor não é norte-americano, mas que esteve no exterior em data imprecisa. As três mulheres seguem internadas, uma delas em isolamento no quarto; outra no ventilador e terceira entubada na UTI.

O paciente que recebeu atendimento nesta manhã também é membro da igreja e esteve na cerimônia religiosa.

“A tomografia que o médico faz mostra aquilo que os infectologistas falam sobre o vidro fosco do pulmão, ou seja, mostra que o pulmão está recebendo uma carga viral e está tentando combater”, afirma Duran.

O Imparcial

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Cidade e Região
.