À CNN, o secretário municipal de Saúde Edson Aparecido afirmou que a prefeitura autorizou a compra de kits intubação

Em entrevista à CNN, o secretário municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, afirmou nesta sexta-feira (30) que a cidade se prepara para chegada de uma terceira onda de infecções pelo coronavírus prevista para o início do segundo semestre.

“No início desse ano e no ano passado vimos como foi a pandemia nos países acometidos e lá eles já vivem a chamada terceira onda. É possível, realmente, que a gente no início do segundo semestre venha a enfrentar essa terceira onda”, disse.

Segundo ele, o munícipio autorizou a importação de kits intubação pelas organizações sociais e já adquiriu 19 usinas de oxigênio para dar conta da demanda. “É fundamental que o sistema de saúde esteja preparado com relação a insumos e oxigênio caso haja um avanço da pandemia nos próximos meses.”

“A pandemia continua assolando o país, o número de casos é crescente e as internações ainda estão em patamar alto. Mesmo a população já vacinada precisa continuar seguindo as recomendações necessárias, não se aglomerar e usar máscara. Isso é muito importante”, disse o secretário.

Os insumos do chamado kit intubação são fundamentais para possibilitar o relaxamento da musculatura de pacientes graves com Covid-19 – a combinação desses medicamentos que compõem o kit proporcionam a sedação do paciente e a realização do procedimento sem dores.

O oxigênio hospitalar, que chegou a faltar em diversos estados, é fundamental para pacientes intubados em razão do agravamento da doença.

Por CNN Brasil

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Brasil
.