Início Cidade Prefeitura desenvolve mutirão em bairros de Epitácio

Prefeitura desenvolve mutirão em bairros de Epitácio

42

A prefeitura de Presidente Epitácio através do Controle de Vetores – Covepe está realizando desde quinta-feira, dia 6, um arrastão com dinâmica setorizada que atenderá todo o lado ímpar da cidade, iniciando-se pela Vila Martins.

Essa intensificação tem como objetivo primordial evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, retirando todo e qualquer recipiente que possa estar exposto no domicílio.

O arrastão será desenvolvido todas as terças e quintas-feiras até que todo o município tenha sido trabalhado este tipo de atividade. Estão envolvidos nesta ação cerca de 34 profissionais dentre eles Agente Comunitário de Saúde – ACS’s e Agente do Combate a Endemias – ACE’s os quais estarão adentrando nos domicílios, realizando o tratamento com larvicida, realizando o  recolhimento de pneus, latas, vasos e todo recipiente que possa ser passível de acúmulo de água. A ação vem para fortalecer atividades que já vinham sendo realizadas antes do período chuvoso. Vale lembrar que não deverão ser descartados nada em via pública, tudo será retirado de dentro dos quintais, de forma a manter a via pública e canteiros centrais limpos.

Salientamos que é de grande importância que os moradores permitam a entrada dos agentes em seus domicílios, para que possam realizar a inspeção adequada, os recolhimentos necessários e tratamento dos recipientes que por ventura não possam ser descartados. Na ação os moradores também estarão sendo orientados sobre os cuidados necessários para evitar a proliferação da leishmaniose, problemática presente no município e que estará sendo abordada também.

Tal intensificação deverá ser realizada periodicamente em cada domicílio, pois cada morador é responsável pelo saneamento adequado de seus quintais, e que entendam que não é colaboração e sim dever, uma vez que o descuido pode levar toda uma população ao risco das doenças Dengue, Zika e Chikungunya.

 

– Autorizem os agentes a entrarem no domicilio;

– Acompanhe-os para que possam receber as orientações;

– E depois de vistoriado, mantenha-o sempre livre de água parada e materiais em decomposição.

Comentários

comentários

Carregar mais em Cidade

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

Região de Presidente Prudente soma média de 20 ocorrências/mês de estupro de vulneráveis

Q ualquer ato libidinoso pode ser indiciado como caso de estupro. E, desde setembro 2016, …