No dia 27 de novembro de 2020, diversos estabelecimentos comerciais tentarão atrair os consumidores prometendo grandes descontos. É mais uma edição brasileira da “Black Friday”.  Assim, é necessário observar algumas dicas para evitar problemas e não ser enganado com falsas ofertas.

Evite compras por impulso: avalie bem a necessidade de adquirir determinados produtos antes de comprar. Não caia na tentação de ser atraído por descontos que podem não ser tão vantajosos assim.

Pesquise: a internet oferece diversas ferramentas de pesquisa de preços, além da evolução dos valores em períodos anteriores. Compare o que foi pesquisado com os preços que serão praticados na ‘Black Friday”.

Imprima ou salve todos os documentos que demonstrem a oferta e confirmação do pedido (comprovante de pagamento, contrato, anúncios, etc.).

Antes de comprar, cheque a reputação da empresa nos cadastros de reclamações do Procon e nas redes sociais.

Consulte a lista da Fundação Procon (procon.sp.gpv.br) de sites não recomendados e não caia em armadilhas.

Não utilize computador, tablet ou smartphone de terceiros para efetuar compras pela internet, proteja os seus dados.

Se for efetuar pagamento via boleto, fique atento: verifique se o endereço do site é iniciado com https:// (que é um indicativo de segurança da página). Além disso, mantenha programas de anti-vírus e firewall atualizados. Pois, se algum programa malicioso estiver instalado em seu computador, ele poderá gerar um boleto falso no momento de pagar a compra.

Se possível escolha pagar à vista, assim você evita comprometer o seu orçamento para os próximos meses.

Em que pese à informação de que o produto está sendo vendido e entregue por um parceiro, o titular do site de vendas é responsável solidariamente pela venda, face a expectativa gerada ao consumidor que acessou o site da empresa para concretizar o negócio.

Atente-se ao preço do frete, pois o mesmo pode variar em diversos sites e, por vezes, acabam tornando o valor final da compra ainda mais caro que o preço do produto original e maior que o do concorrente.

O consumidor que tiver dúvidas ou quiser fazer alguma reclamação, deverá contatar o Procon para análise de documentação e possível abertura de procedimento administrativo.

 

Procon de Presidente Epitácio/SP
Avenida Presidente Vargas, n° 14-82, Centro, Telefone: (18) 3251-0604

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Economia
.