Droga estava em contêineres usados para exportar bananas para a Bélgica

A maior apreensão de droga da história do complexo portuário de Suape, no Grande Recife (PE), foi realizada pela Receita Federal nesta sexta-feira (21), quando 808,2 quilos de cocaína foram encontrados em meio a uma carga de bananas.

O delegado da Alfândega, Carlos Eduardo Oliveira, relatou que fiscais vistoriavam três contêineres usados para exportar bananas para a Bélgica, por volta de 16 horas, quando um escâner apontou irregularidades em uma das cargas e, por causa disso, os agentes decidiram fazer uma inspeção mais minuciosa.

“Vimos que, em algumas caixas, havia tabletes da droga, até então não identificada. Não havia drogas em todas as caixas. O material estava muito bem embalado, em sacos plásticos e envolto em pó de café [na tentativa de despistar cães farejadores]. Esta foi a maior apreensão de cocaína da história do Porto de Suape”, afirmou Carlos Eduardo à reportagem do G1.

O delegado afirmou que informações sobre a identidade do dono da carga ou a origem da droga não podem ser repassadas para não atrapalhar as investigações, que serão conduzidas pela Polícia Federal.

O recorde em apreensão de cocaína no Porto de Suape era de 2011, quando 530 quilos da droga estavam em uma carga de gesso. (Com informações do G1)

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Brasil
.