Início Cidade Retomada do Esgoto do Campinal é debatida em reunião

Retomada do Esgoto do Campinal é debatida em reunião

17

D urante reunião na manhã de quarta-feira, dia 5, entre executivo e legislativo com relação a retomada dos serviços de Esgoto do Distrito do Campinal, a prefeita Cássia Furlan informou que é uma prioridade da administração pública, pois se trata de uma reivindicação de moradores antigos do Distrito, sendo situação que deve ser tratada como caso de saúde pública, porém os trâmites burocráticos e financeiros regidos pelas leis públicas devem ser cumpridos, o que ocorre uma certa demora na realização da obra.

Cássia Furlan informou que recentemente esteve reunida em Prudente com os representantes da Caixa Econômica, Procuradores de Justiça e CESP, onde foi apresentado pela municipalidade a “reprogramação orçamentária” para poder finalizar a obra de esgoto do Distrito do Campinal, sendo que o valor que se chegou de diferença é de cerca de R$ 1.500.000,00 a mais, ou seja, diferença apurada entre o dinheiro atualmente disponível e o que vai ser necessário para o complemento da obra.

A diferença de valores foi devido à mudança em alguns pontos no projeto original, em especial na Estação de Tratamento de Esgoto que vai ser feita de acordo com as exigências atuais e na valorização natural dos materiais e serviços que serão usados e executados na obra. Essa diferença de valores o executivo deverá providenciar já que os membros do Conselho não liberaram a utilização pura e simples dos juros do dinheiro que o fundo tem depositado junto a Caixa Federal.

Portanto, a prefeita Cássia Furlan convocou reunião com os secretários de Administração, Planejamento e Financeiro, e decidiram conjuntamente que farão um balanço ao final de outras obras, para que pudessem auferir o valor economizado, bem como qual obra poderia ser ajustada para se consiga juntar o valor necessário e que o esgoto do Campinal seja finalizado, eis como dito anteriormente é obra prioritária para a atual administração.

Desta forma a prefeita deixou claro que não existe ainda o dinheiro disponibilizado e que a obra vai ser realizada, porém, demandará do tempo necessário para as medidas citadas acima, não havendo, portanto nenhum “dinheiro de juros” que foi disponibilizado pelo Ministério Público ou por qualquer órgão, como recentemente foi informado em redes sociais, para a conclusão dessa obra.

Comentários

comentários

Carregar mais em Cidade

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

Preparem-se: verão terá temperaturas acima da média no Brasil

Média é de 31,5°C no trimestre dezembro, janeiro, fevereiro. El Niño ainda deve levar à oc…