Início Política Sem Lula, Bolsonaro lidera corrida presidencial com 20%, diz Ibope

Sem Lula, Bolsonaro lidera corrida presidencial com 20%, diz Ibope

42
Candidato do PSL é seguido por Marina Silva (12%), Ciro Gomes (9%) e Geraldo Alckmin (7%); neste cenário, Haddad, como nome do PT, tem 4% das intenções de voto

N o cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) lidera a corrida presidencial, com 20%, segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada nesta segunda-feira, 20. Ele é seguido por Marina Silva (Rede), com 12%, e Ciro Gomes (PDT), com 9%.

Já no cenário em que Lula é incluído, o ex-presidente aparece em primeiro lugar, com 37%, e Bolsonaro cai para a segunda colocação, com 18%.

Como Lula foi condenado em segunda instância e está preso por corrupção e lavagem de dinheiro, é candidato apenas do ponto de vista formal. Essa situação pode ser alterada a qualquer momento pela Justiça Eleitoral. Ou seja, o cenário mais provável da corrida eleitoral é aquele em que ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad figura como candidato do PT.

Nesse caso, Haddad tem 4% e aparece numericamente atrás do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, candidato pelo PSDB, que tem 7% das intenções de voto.

Esta é a primeira pesquisa Ibope desde o início oficial da campanha, e também desde a definição de que haverá 13 candidatos a presidente. Como os levantamentos anteriores incluíam mais candidatos, entre eles Manuela D’Ávila (PC do B) e Flávio Rocha (PRB), não é correto comparar os resultados atuais com aqueles.

Apenas para referência, pesquisa CNI/Ibope feita no final de junho mostrava Lula à frente, com 33%, seguido de Bolsonaro (15%), Marina (7%), Ciro (4%) e Alckmin (4%). No cenário sem Lula, Bolsonaro aparecia com 17%, Marina com 13%, Ciro com 8%, e Alckmin com 6%. Haddad tinha apenas 2%.

O Ibope ouviu 2.002 eleitores, em 142 municípios, entre os dias 17 e 19 de agosto. A margem de erro do levantamento é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o protocolo BR-01665/2018. Os contratantes foram o Estado e a TV Globo. (Colaboraram Luiz Fernando Toledo, Cecília do Lago e Alessandra Monnerat)

O Estado de S.Paulo

Comentários

comentários

Carregar mais em Política

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

Ministério pede imunização contra febre amarela antes do verão

Alerta vale para áreas de risco, incluindo estados do RJ, MG e SP D iante da proximidade d…