Início Região Suspeitas de H1N1 motivam alerta em Prudente

Suspeitas de H1N1 motivam alerta em Prudente

135

E m Presidente Prudente, uma mulher de 54 anos e uma criança de 11 meses morreram vítimas da síndrome respiratória aguda grave que, de acordo com Elaine Bertacco, supervisora da VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal), pode indicar a presença do vírus da gripe H1N1, bem como pneumonia dentre outros problemas que atingem os pulmões. Desta forma, exames dos pacientes foram colhidos e enviados para análise.

Elaine explica que não se pode afirmar que as mortes foram causadas pela gripe H1N1, conforme dizem nas redes sociais, já que os exames foram encaminhados para análise no Instituto Adolfo Lutz. Para o secretário municipal da Saúde, Valmir da Silva Pinto, o prazo para analisar as suspeitas dura entre uma semana e dez dias e, a partir disso, afirma que poderá falar sobre o assunto. No entanto, pede calma e paciência à sociedade, para que “não criem pânico com as notícias que circulam na internet”.

Apesar de a causa das mortes ainda não ter sido diagnosticada – o que leva um certo tempo –, Elaine reforça sobre a importância em se prevenir da gripe. “Qualquer sintoma atípico que o seu corpo sentir, procure ajuda médica, ainda mais se a pessoa está em meio a aglomerados constantemente”, alerta.

 

Campanha de prevenção

Entre 23 de abril e 1º de junho, ocorre a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza.  Elaine explica que primeiramente o grupo alvo será crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas, trabalhador de saúde, professores, indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais de idade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Sendo assim, estão enviando comunicados para que todos fiquem atentos às datas.

 

ETAPAS DA CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO

A partir do dia 23 de abril: profissionais de saúde e as pessoas com 60 anos ou mais de idade;

A partir do dia 2 de maio: crianças entre 6 meses e menores de 5 anos de idade, gestantes e puérperas;

A partir do dia 9 de maio: comorbidades, professores e os privados de liberdade.

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação

 

SAIBA MAIS

O Ministério da Saúde traz algumas dicas para se prevenir da influenza, como: higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel; ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e boca com um lenço descartável; não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal; pessoas com qualquer gripe devem evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas; não usar medicamentos sem orientação médica, pois pode ser prejudicial à saúde; procurar um médico ou unidade de saúde em caso de gripe, para diagnóstico e tratamento

O Imparcial

Comentários

comentários

Carregar mais em Região

Deixe um resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

Quer mais? Veja isso.

Sem Lula, Bolsonaro lidera corrida presidencial com 20%, diz Ibope

Candidato do PSL é seguido por Marina Silva (12%), Ciro Gomes (9%) e Geraldo Alckmin (7%);…