Durante a madrugada deste domingo (19), aproximadamente 91 detentos do Presídio de Pedro Juan Caballero fugiram da unidade. A cidade é localizada na linha de fronteira entre o Paraguai e o Brasil, ao lado de Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande.
Os presos, segundo o jornal paraguaio ABC Color, escavaram túnel e conseguiram, praticamente, esvaziar o pavilhão B, destinado aos presos da facção criminosa.
Conforme o jornal, o número ainda não está confirmado e apenas 1 dos presos teve a fuga frustrada. O jornal destaca que diversos sacos contendo areia do túnel cavado estavam empilhados na cela em questão, indício, afirma, de que a fuga mobilizou diversos presos da facção.
Sacos de areia do túnel empilhados na cela ©Divulgação/ABC Color
Ainda conforme o ABC, a distância entre o túnel e a guarita mais próxima é de apenas 25 metros, “onde deveria estar ao menos um guarda de cela”. Além dessa guarita, a próxima se distancia, aproximadamente, 70 metros do túnel.
Foi avisado – O jornal lembra que a ministra da Justiça paraguaia, Cecilia Pérez, já havia declarado que as autoridades detectaram um plano de fuga de presos membros do PCC.
Segundo as investigações, a organização oferecia cerca de 80 mil dólares para carcereiros ou policiais que facilitassem a fuga. Com a informação, a ministra declarou que as autoridades estavam “reforçando a cobertura policial e militar” no Presídio de Pedro Juan.
Fonte: campograndenews
Por: Izabela Sanchez

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Brasil
.