Edital deverá ser elaborado com a previsão de 2 mil novas vagas para ingresso na corporação

Oportunidade à vista. Desejo antigo de Sérgio Moro, quando ainda ministro da Justiça na gestão de Jair Bolsonaro, o governo federal divulgou a abertura de 2 mil vagas para a Polícia Federal, com a previsão de um novo concurso público. Quem informa é o atual ministro da Justiça, André Luiz Mendonça.

Em notícia confirmada pela Rádio Jovem Pan, nesta sexta-feira, o ministro declarou que o intuito é abastecer o efetivo da corporação para otimizar a luta contra o crime organizado, alcançando a maior equipe da história da PF.

Parece que desta vez não vai ficar só nas palavras. André Luiz Mendonça revelou que já se reuniu com o presidente da República e o ministro da Economia, Paulo Guedes, para acertar os detalhes, como a elaboração do edital.

Em janeiro, Sérgio Moro, então ocupante da pasta na Justiça, havia solicitado a Guedes a revisão do orçamento para este ano, em uma ampliação que serviria justamente para atender à realização do concurso.

Perfil para os cargos e o valor dos salários, entretanto, até agora não foram divulgados. Na tentativa empreendida por Moro junto ao ministro da Economia, o principal destaque era para o posto de

agente administrativo. Nesse caso, a atribuição necessária ao candidato é ter o Ensino Médio concluído, para uma remuneração inicial de R$ 4.746,16, montante que inclui R$ 2.279,16 de salário base, além de gratificação de desempenho de atividade de apoio técnico administrativo, em R$ 2.467.

Estado de Minas

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Brasil
.