O Ministério Público de Contas de São Paulo suspeita que o governo do tucano João Doria tenha beneficiado o aplicativo PicPay no contrato para fornecimento de merenda escolar nas casas dos alunos da rede pública durante a pandemia do novo coronavírus.

Segundo o MP de Contas, o contrato prevê que a empresa faça uma “doação” do serviço, mas a investigação aponta que o aplicativo teve ganhos milionários com a parceria. A Secretaria da Educação paulista nega irregularidades.

O Antagonista

 

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Política
.