Está querendo comprar um carro usado ou seminovo, mas tem medo de cair em um golpe e acabar comprando um veículo irregular? Então acompanhe este artigo e conheça 6 dicas para não comprar um carro clonado.
Você tem uma reserva financeira e quer comprar um carro usado ou seminovo, mas tem medo de cair em um golpe e acabar comprado um veículo em más condições, ou pior, clonado? Você está certo em ter essa preocupação, mas saiba que existem alguns detalhes que podem evitar esse tipo de problema.
Neste artigo mostraremos 6 dicas para não comprar um carro clonado e acabar perdendo dinheiro, ou mesmo tendo que responder judicialmente por causa da má-fé de terceiros. Acompanhe.
Veja 6 dicas para não comprar um carro clonado 
1. Não negocie com estranhos 
A primeira dica, apesar de parecer meio óbvia, precisa ser mencionada, pois muita gente no âmbito de comprar um veículo em bom estado por um bom preço acaba negociando com pessoas desconhecidas e isso pode ser um problema.
Procure comprar seu carro em um local confiável como as concessionárias, onde geralmente os veículos são analisados antes de serem adquiridos e colocados à venda novamente, ou através de indicações de conhecidos.
2. Pesquise o histórico do carro 
Com o número da placa do veículo e do RENAVAM é possível acessar o site do Detran e pesquisar o histórico dele de maneira simples e gratuita.
Nessa pesquisa, além de saber se existem pendências relacionadas a documentação e impostos, você ainda pode descobrir se existem boletins de ocorrência sobre o carro.
3. Faça uma vistoria 
Você tem o direito de levar o veículo a um mecânico de confiança ou a uma vistoria completa, como as realizadas pelo Detran.
Essas vistorias realizadas por profissionais experientes são super detalhadas.
4. Verifique o número do chassi 
Veja em quais condições se encontra a numeração do chassi, se os dados dele correspondem à numeração presente na documentação do veículo e à numeração impressa no vidro do motorista.
5. Desconfie de preços muito baixos 
Se você encontrar um veículo em bom estado por um preço muito abaixo do praticado no mercado, desconfie. Para saber o valor de mercado você pode acessar a tabela FIPE, que apresenta preços nacionais e atualizados mensalmente, e pesquisar pelo modelo desejado de maneira gratuita.
6. Fique atento as placas e etiquetas 
Todos os veículos possuem etiquetas de identificação do motor, geralmente encontradas na região da porta do carona.
Procure essas etiquetas e veja se os números batem com aqueles mencionados na documentação.
O que fazer se encontrar um veículo clonado? 
Se durante essa análise você perceber que está lidando com um veículo clonado, é importante manter a calma e a discrição e informar a polícia de sua cidade o mais rápido possível.
Forneça às autoridades todos os dados coletados e mantenha distância do vendedor do veículo clonado.
Seguindo essas 6 dicas para não comprar um carro clonado, dificilmente você caíra em um golpe. Se você for do Mato Grosso do Sul e quiser pesquisar sobre algum veículo, basta acessar o site do Detran – MS e realizar a busca.
Por Jeniffer Elaina, do SeguroAuto.org

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Tecnologia
.