Farmacêuticas vão pedir autorização à Food and Drug Administration (FDA), o regulador dos Estados Unidos, para uso emergencial do novo medicamento

A Vir Biotechnology, dos Estados Unidos, e a GlaxoSmithKline (GSK), do Reino Unido, anunciaram que desenvolveram um medicamento que reduz até 85% os internamentos hospitalares e mortes por Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus SARSCoV-2, reporta a CNN.

 

O fármaco, batizado de VIR-7831, tem anticorpos na sua composição.

Segundo ambas as farmacêuticas, uma entidade independente, que monitorizou o estudo, afirmou que não seria necessário a realização de mais testes, visto que o fármaco mostrou ser bastante promissor desde o início da análise.

Agora, explica a CNN, as duas companhias vão pedir autorização à FDA para o uso de emergência do VIR-7831 nos Estados Unidos.

Se for aprovado, o medicamento vai juntar-se aos fármacos produzidos pela Eli Lilly e pela Regeneron Pharmaceuticals.

De acordo com as farmacêuticas, o novo medicamento é ainda eficaz contra as estirpes brasileira, britânica e sul-africana.

Notícias ao Minuto

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Estilo de Vida
.