Iniciada recentemente, a obra para a implantação da rede coletora e estação de tratamento de esgoto no Distrito Campinal segue avançando. De acordo com o engenheiro responsável pela obra, Felipe Domenice, inicialmente é necessário realizar o esgotamento da água, para que seja possível executar a implantação da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto).

Segundo o engenheiro, em paralelo a empresa Encotel – Engenharia, Construção e Locações Eireli realiza a pavimentação asfáltica nos locais que a rede já foi executada, para evitar transtornos à população.

O engenheiro explica que para esta obra existem várias frentes de trabalho: a Rede de Esgoto, as ligações domiciliares, Estação de Tratamento de Esgoto e o emissário – recebe o esgoto tratado e deposita ao despejo.

O esgoto do Campinal foi iniciado no dia 7 de abril de 2014, porém a primeira empresa contratada abandonou a obra, sendo expirado o contrato no dia 11 de agosto de 2017.

Após a paralização a equipe de engenharia da Prefeitura de Epitácio em parceria com a Sabesp, realizou analise, onde foi levantando o que faltava para finalizar a obra, dando origem ao novo contrato com a Encotel, assinado no dia 4 de julho de 2019.

A obra do esgoto no Campinal esta orçada em R$3.128.709,21.

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Cidade e Região
.