Giuliano Borges, 45 anos, era instrutor de Proerd e atuava na 2ª Companhia da Polícia Militar

Morreu no começo da noite de hoje, em Rancharia, o policial militar Giuliano Borges, 45 anos, vítima da Covid-19. A informação foi confirmada pelo 18º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior), de Presidente Prudente.

O cabo-PM estava internado no Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Graças há algumas semanas.

De acordo com o batalhão, provavelmente não haverá velório por conta do diagnóstico para o novo coronavírus. No entanto, afirma que poderá ocorrer apenas uma homenagem restrita aos familiares.

No dia 7 de julho, a reportagem noticiou o pedido de orações que amigos, colegas e familiares faziam para a recuperação do policial. O batalhão chegou a postar uma foto de Giuliano com uma frase otimista: “Que nunca nos falte um sonho para lutar…um projeto para realizar…algo para aprender… Saúde, muita saúde Cb Borges! Seja forte e creia!”.

O policial militar atuava como instrutor de Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), era casado e deixa três filhos.

“A comandante do 18º BPM/I [tenente-coronel Renata Fassina], oficiais e praças, externam os profundos sentimentos à família enlutada e amigos. Descanse em paz!”, publicou o batalhão.

Falecimento de PM

Reprodução/Facebook – No começo do mês, colegas de farda publicaram a imagem desejando forças ao PM

O Imparcial

 

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Cidade e Região
.