O Make Music Day Brasil é parte do calendário oficial da festa mundial da música.

Lançado na França em 21 de junho de 1982, no solstício do verão europeu, como a “Fête de la Musique” (Festa da Música), o “Make Music Day”, é hoje um evento global, sempre em 21 de junho, observado por centenas de milhões de pessoas em mais de 1.000 cidades em 120 países. Em 2020, o evento será integralmente virtual, devido à pandemia de Coronavírus, conforme anunciaram os organizadores.

 

Apresentando tipicamente mais de 5.000 concertos ao ar livre gratuitos, performances, aulas de música, “jam sessions” e outros eventos musicais nas ruas, calçadas, parques e outros espaços públicos em todo mundo, a celebração deste ano adotará uma abordagem virtual para incentivar todas as pessoas, de todas as habilidades musicais, para comemorar a alegria de fazer música, além de demonstrar o grande poder da música para unir e elevar as pessoas, espalhar alegria e criar comunidades em meio a esse período desafiador.

 

Mais de 100 cidades brasileiras participarão do Make Music Day 2020, sendo que neste momento o Brasil já é o país com o maior número de inscritos no mundo, superando o outrora “Número 1” Estados Unidos. Neste momento, nos aproximamos de 1000 inscritos de diversas regiões, etnias, classes sociais e estilos musicais do país.

* São José do Rio Preto e Região, incluindo cidades como a própria Rio Preto, Araçatuba, Mirassol, Assis, Presidente Epitácio, Araraquara, Limeira, e indo além, Campinas, Bauru, Piracicaba, Americana… Estão todas representadas neste grande “Mapa Mundi Musical”.

 

Paulo Del Picchia, que cresceu entre idas e vindas ao Noroeste Paulista, e é o Coordenador oficial do evento na região afirma:

“Diferente dos festivais de música tradicionais, o Make Music Day celebra e promove o criador de música natural que há em todos nós, independentemente da idade, histórico ou habilidade. É a música em seu estado bruto.
Teremos por exemplo, um DJ/Produtor de
12 anos de Presidente Epitácio que irá lançar seus beats numa live! É muito gratificante ver esse poder da música, em contraste com o apoio da renomada pianista clássica Jussara Pinto e da produtora cultural Ângela Dória, que tano fez pela nossa região – ambas de Mirassol. Acho que podemos dizer que é quase um ‘vale tudo’ – só não vale aglomerar…”.

 

A música chama

No Brasil, em cidades grandes e pequenas, músicos e organizadores atenderam à chamada e criaram maneiras novas e divertidas e envolventes para qualquer pessoa participar da celebração no domingo, 21 de junho, enquanto pratica o distanciamento social.

 

O Make Music Day Brasil é impulsionado pela Associação Nacional da Indústria da Música (ANAFIMA), nos EUA pela The NAMM Foundation e coordenado pela organização sem fins lucrativos Make Music Alliance.

“O Make Music Day é um evento global que mostra a força da música e como ela rompe barreiras. A música tem salvado o emocional de muitas pessoas neste período de Coronavírus”, explica Daniel Neves, presidente da ANAFIMA.

 

Conectar pessoas no Make Music Day

 

“Neste tempo de distanciamento social, o papel poderoso da música para nos reunir como comunidade é mais importante do que nunca”, disse o presidente da Make Music Alliance, Aaron Friedman. “Embora as reuniões públicas físicas possam não estar acessíveis no momento, ainda podemos permanecer conectados e celebrar a música com pessoas de todo o mundo em 21 de junho”, completa.

 

Programas de Destaques do Make Music Day Brasil

 

Ao vivo de casa – As pessoas serão convidadas para postar uma apresentação musical em casa no dia 21 de junho e marcar três amigos para desafiá-los a fazer o mesmo.

 

Transmissão global ao vivo – Como um “palco principal” do Make Music Day, passará um fluxo de vídeo durante todo o dia 21 de junho, mostrando a rica diversidade de ser produzido em todo o mundo com os participantes do evento.

 

Live Home Studio (Estúdios de quarto) – Produtores farão música em casa usando sons que as pessoas enviam para eles no momento, enquanto transmitem ao vivo para que todos possam participar do processo de produção.

 

25×12: Aulas on-line ao vivo – Escolas/professores de música no Brasil e no mundo oferecem aulas em grupo gratuitas (diversos instrumento), em vários níveis, do começo ao avançado. As aulas estarão disponíveis via Zoom Conference, Facebook ou Youtube.

 

Track Meet – Em 21 de junho, equipes de quatro músicos correrão contra o relógio para criar novas faixas originais em um revezamento criativo. Usando a estação de trabalho de áudio virtual SoundTrap, cada músico terá 90 minutos para adicionar sua contribuição antes do próximo companheiro de equipe assumir o comando. No final do dia, a faixa de cada equipe será publicada on-line para que todos possam ouvir.

 

Serenatas nas janelas – Os músicos se apresentarão nas calçadas das casas de repouso para idosos ou abrigos de menores, levam alegria em forma de música enquanto praticam o distanciamento social. Os moradores podem colar um pedaço de papel colorido na janela para solicitar uma música.

 

Varanda e quintal musical – Músicos podem se apresentar nas varandas e quintais, embaixo de prédios e até na rua, levando música boa para sua vizinhança.

 

DJ Set – Djs podem participar do Make Music Brasil conectando seus equipamentos e marcando uma festa live bem especial!

 

Todos os eventos do Make Music Day Brasil são gratuitos e abertos ao público. Os participantes que desejam se apresentar ou sediar eventos musicais podem se inscrever no https://bit.ly/makemusicbr .

Entre os padrinhos da edição brasileira, estão
Rogério Flausino e Paulinho Fonseca (Jota
Quest), João Barone (Os Paralamas do
Sucesso), Sérgio Britto (Titãs), Rappin’
Hood, Jorge Vercillo, Kiko Zambianchi, o
grupo Nenhum de Nós e Adryana Ribeiro.
Cabe a eles convocar os músicos (e o público)
nas redes socais.

 

Hashtag oficial: #MakeMusicDayBrasil #MakeMusicDay

 

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Fama
.