O ministro da Saúde do Líbano confirmou 73 mortes após explosões na capital do país, com 3.700 feridos. As explosões estão sob investigação, com relatos iniciais de ligação a fogos de artifício e produtos químicos armazenados.

Duas explosões atingiram a área portuária de Beirute, com a primeira ocorrendo por volta das 18h, horário local. O segundo parecia muito mais forte, enviando uma enorme nuvem de fumaça e detritos em forma de nuvem para o alto.
Em declarações à imprensa local, o ministro da Saúde, Hamad Hassan, disse inicialmente que mais de 30 pessoas foram mortas e mais de 2 mil feridas, e depois comentou que mais de 73 foram mortas e 3.700 feridas.

 

O chefe da Cruz Vermelha do país alertou que o número de vítimas provavelmente aumentaria.

Imagens gráficas da cena mostraram moradores locais correndo desesperadamente os feridos para o hospital, enquanto muitos feridos andando foram afastados para permitir que os mais graves recebessem tratamento. Alguns vídeos compartilhados on-line, mais próximos do local da explosão, mostraram o que pareciam ser corpos caídos no chão em meio a veículos carbonizados e detritos.

Por RT

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Mundo
.