Incentivos foram aprovados durante reunião do Fórum MS Indústria, realizada este mês

O governo estadual aprovou incentivos fiscais para dez empresas instaladas em Mato Grosso do Sul. Os benefícios foram aprovados durante reunião do Fórum MS Indústria, realizada este mês. A deliberação foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial do Estado.

Os conselheiros do Fórum ratificaram benefícios fiscais para quatro projetos de implantação: Colecta Reciclagem e Gestão Plena de Resíduos S.A. (Campo Grande), Hinove Agrociência S.A. (Rio Brilhante), Pé com Pé Calçados Ltda (Paranaíba) e Unir Indústria e Comércio de Produtos de Higiene Ltda (Três Lagoas).

Outros quatro projetos de ampliação – todos localizados em Campo Grande – foram beneficiados. São eles: BR Indústria de Tintas Ltda, Berton Indústria de Plásticos Eireli, Centro Química Indústria Ltda e DR Indústria e Comércio, Importação e Exportação de Alimentos Ltda.

O projeto de ampliação da Rio Amambai Agroenergia S.A., de Naviraí, e a solicitação de terreno da Copacentro (Cooperativa Agropecuária do Centro Oeste), de Dourados, também tiveram pedidos ratificados pelo Fórum MS Indústria.

O governo do Estado ainda indeferiu as solicitações de MMSG Comércio Importação e Exportação de Cereais Ltda e da Sancristo Saúde e Meio Ambiente Ltda, as duas de Dourados.

Por sua vez, a Fatex Indústria, Comércio, Importação e Exportação Ltda, de Três Lagoas, teve ratificado pedido de reconsideração para receber incentivos fiscais.

O Estado concede benefícios por meio do Fadefe (Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e de Equilíbrio Fiscal do Estado), criado em outubro de 2017. O programa concede incentivos fiscais de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) até 2032 em troca de investimento e geração de empregos.

Por Jones Mário/ Campo Grande News

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Economia
.