O japonês, que já figurou entre os 10 mais vendidos do país, hoje está apenas em 15º

A categoria dos sedãs médios é mais uma que sofre com a “avalanche” dos SUVs. O segmento que já foi um dos mais vendidos do país, hoje conta apenas com 7,5% de participação de mercado. A mostra das vendas baixas é a situação do líder.

O Toyota Corolla sempre figurou entre os dez veículos mais vendidos do país. Mas neste ano não está tão bem, no primeiro trimestre estava 18º. O japonês até conseguiu se recuperar em abril, fechando o quadrimestre em 15º. Se ele não está indo bem nas vendas, os concorrentes estão ainda piores.

Nos quatro primeiros meses do ano, cinco dos dez sedãs médios mais vendidos não alcançaram a marca de mil unidade. E um superou esse número em apenas uma unidade. Esses dados apontam que a categoria pode ser a próxima a ser deixada de lado pelos consumidores.

Confira quais são os que mais venderam no primeiro quadrimestre.

10º – Kia Cerato – 727 unidades

Foto: Kia/Divulgação

9º – Ford Focus – 757 unidades

Foto: Ford/Divulgação

º – Mercedes-Benz Classe C – 858 unidades

Foto: Mercedes-Benz/Divulgação

7º – Mitsubishi Lancer – 900 unidades

Foto: Mitsubishi/Divulgação

6º – Audi A3 Sedan – 933 unidades

Foto: Audi/Divulgação

5º – Nissan Sentra – 1.001 unidades

Foto: Nissan/Divulgação

4º – Volkswagen Jetta – 3.856 unidades

Foto: Volkswagen/Divulgação

3º – Chevrolet Cruze – 6.346 unidades

Foto: Chevrolet/Divulgação

2º – Honda Civic – 8.346 unidades

Foto: Honda/Divulgação

1º – Toyota Corolla – 15.988 unidades

Foto: Toyota/Divulgação

*Dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave)

Diário Do Poder

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Tecnologia
.