O maior parque solar da América do Sul, construído com financiamento e tecnologia chineses, foi inaugurado na Argentina, abastecendo mais de 160.000 casas, informou a agência de notícias Xinhua.
O Parque Solar Cauchari está localizado no topo de um remoto pico de montanha, 4.000 metros acima do nível do mar, perto da cidade de Cauchari, que faz fronteira com o Chile e a Bolívia.

O parque, que faz parte do plano argentino de aumentar a geração de energia renovável, consiste em três parques menores, com capacidade de geração de 100 megawatts cada. Mais de 1,18 milhão de painéis solares foram distribuídos em uma área de 800 hectares.

 

O projeto de US $ 390 milhões é liderado pela empresa chinesa Shanghai Electric Power Construction e 85% financiado pelo Banco de Exportação e Importação da China. O governo local forneceu os 15% restantes dos fundos.

Cauchari, que já está em processo de expansão, ajudou a criar 1.200 empregos para residentes locais e indígenas, segundo o presidente argentino Mauricio Macri.

O parque solar “é apenas uma amostra do que os locais podem oferecer ao resto do país”, disse Macri por meio de uma vídeo chamada na cerimônia de inauguração. “É apenas o começo, porque a capacidade de geração de energia solar de Jujuy é quase infinita”.

Segundo Macri, o parque solar, já em processo de expansão, ajudou a criar 1.200 empregos para residentes locais e indígenas.

Os funcionários do projeto disseram à Xinhua que a usina fotovoltaica reduzirá as emissões de dióxido de carbono em pelo menos 325.000 toneladas.

Por RT

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Mundo
.