Apesar de não citar nomes, o presidente disse que ‘50% dos prefeitos já querem abertura’ do comércio

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (17) que metade dos prefeitos brasileiros já querem a abertura do comércio e demais atividades econômicas. “Eu li uma matéria agora que 50% dos prefeitos já querem a abertura. Até pouco tempo atrás quase 100% não queria. Daqui a pouco vai chegar do nosso lado e falar: Bolsonaro tem razão”, declarou a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.

 

A retomada da atividade econômica com a reabertura de comércio e escolas, por exemplo, é uma das defesas do presidente, que é contrário ao isolamento social total. A opinião do presidente divergia da do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, demitido ontem pelo chefe do Executivo.

Na conversa com os apoiadores hoje, Bolsonaro ouviu de um homem a frase: “falaram que você é o técnico do time, para resolver lá, para assinar”. Em resposta, Bolsonaro riu, fez gesto de assinatura e tirou a caneta de dentro do bolso do terno. A ação remete a uma fala sua em que disse “a minha caneta funciona”, em 5 de abril, quando ainda ameaçava demitir Mandetta. “A hashtag hoje é Mandetta fica em casa”, disse um outro apoiador. Bolsonaro riu, mas não fez comentários.

Nesta sexta-feira é esperada a posse ministerial do novo ministro da Saúde, Nelson Teich, já anunciado ontem para o cargo. A cerimônia ocorre às 11h, no Salão Oeste do Palácio do Planalto. O compromisso não consta na agenda oficial de Bolsonaro – mas já foi anunciado pela Secretária Especial de Comunicação da Presidência.

Notícias ao Minuto

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Política
.