Empreiteira prometeu a Lula, em 2010, R$ 64 milhões para ser favorecida em decisões do governo, segundo o MP

O ex-presidente Lula virou réu em mais um caso de pagamento de propina, denunciado pelo Ministério Público. O juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, também aceitou denúncia contra os ex-ministros Antônio Palocci e Paulo Bernardo e o empresário Marcelo Odebrecht.

Segundo a denúncia do MP, Lula, Palocci e Paulo Bernardo receberam propina da construtora Odebrecht em troca de favores políticos. A empreiteira teria prometido, em 2010, R$ 64 milhões para ser favorecida em decisões do governo. De acordo com o Ministério Público Federal, o dinheiro teria sido colocado à disposição do PT.

Em troca, Lula, Palocci e Paulo Bernardo — à época, ministro do Planejamento — facilitariam um empréstimo de R$ 1 bilhão concedido a Angola pelo BNDES.

Em seu despacho, o juiz Vallisney de Oliveira destacou que “a peça acusatória está jurídica e formalmente apta e descritiva” e, inclusive, contém vídeos, mensagens de e-mails, planilhas, relatórios policiais e outros documentos.

Diário do Poder

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Política
.