Visando trabalhar a educação ambiental, a Emefei (Escola Municipal de Ensino Fundamental e Educação Infantil) Armênio Macário Ribeiro desenvolveu junto aos alunos do 1° ao 5° ano o projeto ‘Horta Suspensa’.

 

De acordo com o professor de Biologia, Renato Canto Vargas, o projeto consiste em observar se a forma de agir, em relação ao meio ambiente, é mais adequada e justa, despertando nos alunos o interesse pelas questões ambientais.

 

“A intenção do projeto é capacitá-los para uma análise sobre a interdependência dos elementos da natureza, modificar atitudes negativas em relação às questões ambientais, além de promover estudos, pesquisas, debates e atividades sobre as questões ambiental e nutricional”, explica o professor.

 

Para ele reeducar e estimular um estilo de alimentação saudável, orientando os alunos a cultivar produtos orgânicos – sem utilização de agrotóxicos e identificar o valor nutricional e funcional dos vegetais na alimentação, também é um fator de grande importância.

 

“A educação ambiental deve estar presente de forma interdisciplinar em todo o currículo escolar. Assim poderá atingir todos os alunos por meio de um processo pedagógico participativo, que procure construir no aluno uma visão crítica sobre as questões ambientais”, comenta.

 

Segundo ele a consciência ecológica se aprende desde criança. “É preciso despertar a consciência dos alunos quanto à importância de preservar o meio ambiente, tornando-os cidadãos em potencial. É com esse propósito que damos início ao Projeto de Horta Suspensa, com garrafas pets, para que juntos possamos construir um futuro ambiental melhor para todos, promovendo a educação alimentar por meio do cultivo das hortas”, finaliza

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Cidade e Região
.