Cento e oito pontos da iluminação pública da Avenida Marginal Juliano Ferraz Lima da Estância Turística de Presidente Epitácio passam por substituição de lâmpadas a vapor de sódio 250W/400W, por instalação de luminárias Led 80W/100W.

 

A iniciativa faz parte do Programa de Eficiência Energética da Energisa Sul-Sudeste, em parceria com a Prefeitura da Estância Turística de Presidente Epitácio.

 

O projeto tem custo estimado em  R$132.051,36  sendo integralmente financiado por verba do Programa.

 

De acordo com o engenheiro eletricista José Valmir Flor, com o Projeto de Eficiência Energética, a estimativa é que a gestão municipal economize cerca de 127,82 MWh (megawatt-hora) no consumo anual de energia elétrica. Esta economia é suficiente para abastecer por um ano, 53 residências com consumo de energia elétrica da ordem de 200 KWh/mês (Quilowatt-mês). Além de deixar de emitir 20,50t de CO2 (dióxido de carbono ou gás carbônico) no processo de geração deste volume de energia elétrica, o que corresponde ao plantio de 123 árvores.

 

Segundo o engenheiro estes ganhos energéticos promoverão aos cofres da Prefeitura de Epitácio uma economia anual de aproximadamente a R$ 45.117,22. O equivalente a R$3.759,77 por mês.

 

Para a prefeita de Presidente Epitácio Cássia Furlan, este investimento gera uma boa economia, o que é muito importante para o município, podendo investir esse recurso em outras áreas que beneficiem ainda mais a população epitaciana, além de proporcionar uma luminosidade melhor, por meio das lâmpadas de Led.

 

A execução do projeto é de responsabilidade empresa Vitális Energia Ltda.

 

A Prefeitura encaminhou à Energisa no final do mês de agosto, um projeto para a substituição de lâmpadas a vapor de sódio por luminárias Led, que contempla a extensão da Avenida Presidente Vargas, da rotatória do Obelisco, até o trevo da rodovia Raposo Tavares. Se aprovado o projeto será executado em 2020.

Mostrar mais artigos relacionados
Mostrar mais por Gazeta Ribeirinha
Mostrar mais em Cidade e Região
.